Isabel dos Santos alerta para “crise profunda” em Angola

0
16

Horas depois de o antigo Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, ter dito que deixou mais de 15 mil milhões de dólares de reservas internacionais no Banco Nacional de Angola (BNA) e a economia sob controlo, a empresária Isabel dos Santos avisou no Twitter que “a situação está a tornar-se cada vez mais tensa, com a possibilidade de se juntar à crise económica existente, uma crise política profunda”.

“Greve nacional dos médicos com 90% de adesão, quebra do poder de compra em 170%, fome nas famílias apesar do petróleo em alta”, são alguns dos sintomas apontados pela filha do antigo Presidente para uma eventual crise profunda.

Noutro post, mas em inglês, Isabel dos Santos escreveu que “há muitas greves planeadas por professores e outros servidores públicos.

Antes, Santos apontou “uma conferência de imprensa sem precedentes, antigo Presidente angolano, eng. José Eduardo dos Santos, afirma que não deixou os `cofres vazios`e novo OGE 2018 foi feito pela equipa do Presidente João Lourenço. 15 bilhões de dólares foi o valor deixado em caixa e 29 bilhões foi receita em 2018 da Sonangol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here