Se não fosse a morte, estes artistas teriam feito mais pela música angolana

0
280

Perder um ídolo não é nada fácil, principalmente quando o mesmo está no auge da carreira e tudo o que os fãs querem é ver o seu sucesso. Infelizmente, em Angola existiram casos de artistas que deixaram o mundo dos vivos quando ainda tinham muito para dar pelo music hall nacional e que até a data presente seus trabalhos deixam saudade.

O cantor Nacobeta, um dos nomes mais sonantes da segunda geração de kuduristas, perdeu a vida em setembro do ano passado, vítima de doença. O artista faleceu, no Hospital Josina Machel (Maria Pia), onde se havia deslocado para fazer revisão e exames de rotina após uma cirurgia nas cordas vocais, pois sentia inúmeras dificuldades para respirar.

Própria Lixa

A cantora angolana Própria Lixa morreu em outubro de 2015, em Luanda, aos 30 anos de idade, vítima de doença. Segundo fontes familiares, a artista, referencia do mundo do kuduro estava acometida de tuberculose óssea.

Autora de temas como “Sabalo”, Própria Lixa ganhou um espaço no mercado musical angolano, particularmente na vertente feminina.

Action Nigga 

José Luvualo, de nome artístico Action Nigga, foi uma das vítimas mortais da queda do avião da LAM, que fazia o percurso Maputo-Luanda.

O músico “Action Nigga”, encontrava-se entre as 33 vítimas mortais que se faziam transportar no voo TM 470, das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), que despenhou, 29 de novembro de 2013, em território namibiano ao fazer a rota  Maputo-Luanda.

Wiza

O cantor angolano João Sildes Bunga “Wiza” morreu em maio de 2017, numa das unidades hospitalares de Luanda, vítima de doença.

O cantor de 37 anos de idade, nasceu na província do Uíge e veio com sua mãe à Luanda, em 1984, devido a guerra.

Wiza trouxe consigo as recordações da vida no campo, amor, música, costumes religiosos e a saudade da terra que ficou longe.

 Amizade

O kudurista Amizade, integrante do grupo “Os Lambas” abandonou o mundo dos vivos muito cedo, numa fase em que o quarteto em que pertencia fazia bastante sucesso em Angola.

Orlando Swaag

O artista angolano Orlando Swaag teve morte prematura em 2016, ainda com futuro promissor e uma longa carreira artística por trilhar.

A ascensão profissional de Orlando Swagg foi interrompida aos 28 anos, tendo o seu desaparecimento físico deixado consternada a classe artística, pois, nos últimos tempos, o músico estava a  afirmar-se no music hall nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here